Coisas que o Escotismo me Ensinou sobre Liderança

Uma verdadeira Escola de Liderança. O Movimento Escoteiro é muito mais além do chavão mostrado no Brasil de crianças vendendo biscoitos. Foi lá que desde meus 7 anos fui apresentado ao Empreendedorismo, Trabalho em Equipe, Formação de Equipes e a diferença entre um Chefe e um Líder.

0
1410
Palestra Coach Liderança Carlos Almada Porto Alegre

Uma das primeiras coisas que faço questão que meus clientes de coaching saibam sobre mim é o fato de que sou escoteiro à 30 anos. Sim, vocês leram bem, ainda sou membro do Movimento Escoteiro. Hoje, sou adulto voluntário nesta organização fantástica que a mais de 100 anos vem educando jovens a assumirem seu próprio papel educacional e formando líderes.

Escotismo?

Em poucas palavras, o Movimento Escoteiro nasceu na Inglaterra em 1907, por Robert Baden-Powell, que certa vez passeando no parque, viu um grupo de jovens aplicar suas técnicas de campo que eram publicadas em um jornal local. Desta forma, BP (como é carinhosamente conhecido) resolveu juntar todas as técnicas em um único livro chamado Escotismo para Rapazes.

O Movimento Escoteiro é o maior movimento jovem e voluntário do mundo. Voltado á educação e formação dos jovens, que através de atividades divertidas, progressivas, atraentes e variadas transmite noções de liderança, respeito ao próximo, patriotismo, trabalho em equipe e autonomia.

Presente em quase 100% dos países, o Escotismo é encarado como um critério de seleção de emprego. Eu mesmo já notei este diferencial, ao destacar em meu CV o fato de ser Escoteiro. Quando morava em Dublin, na Irlanda, eu era aplaudido na rua por segundo eles: Estar Contribuindo voluntariamente na formação do caráter de seus filhos.

Mas o importante não é fazer parte, mas sim o que aprendi e carrego para toda a vida comigo.

Escotismo e Liderança

Em minhas palestras e workshops de liderança, destino boa parte ao escotismo. Pois muito antes de ouvirmos falar de Métodos Ágeis, Scrum, Gamefication e Equipes Multidisciplinares o movimento escoteiro já aplicava tudo isto como uma forma de educar o jovem por meio de atividades lúdicas e “gratificação” por seu aprendizado.

Vou dar um exemplo:

Especialidades

Especialidades escoteiras são conquistas pessoais e que indicam conhecimento de determinado tema por certo jovem. A escolha deste tema é pessoal, logo desde cedo é desenvolvido o conhecimento em mais de 230 assuntos.

Liderança - Especialidades Escoteiras
Liderança – Especialidades Escoteiras

Temos áreas que vão de técnicas escoteiras que demonstram o conhecimento em montar barracas, fazer fogueiras e passa por tráfego aéreo, marketing, web design, administração de empresas, Produção de Laticínios e muitas outras que podem ser conhecidas neste link.

Veja o que um jovem, dos 7 os 18 anos necessita demonstrar conhecimento para conquistar a especialidade de empreendedorismo:

1. Definir o que é um empreendedor. Citar a motivação que o levaria a querer empreender.
2. Construir um objeto com qualquer tipo de material (PET, isopor, argila, etc.) dizendo qual a sua utilidade e quanto custaria.
3. Explicar as diferenças entre o empreendedor e o empregado, a importância do empreendedorismo para o crescimento do país e o que é a “falácia da ratoeira”.
4. Realizar uma pesquisa em sua seção buscando descobrir um exemplo de coisas que gostariam de comprar, buscando descobrir quanto custaria para produzi-las e o seu provável preço de venda.
5. Citar 3 exemplos concretos que mostrem como um produto pode ter mais valor agregado que outro.
6. Citar um problema concreto do dia-a-dia da sua seção e como a solução desse problema poderia ser transformada em um produto ou serviço.
7. Citar 3 exemplos concretos que mostrem a importância de conhecer o ramo de negócio em que pretende atuar.
8. Explicar como identificar uma nova oportunidade de negócios e citar uma oportunidade que vislumbrou em sua região e como faria para aproveitá-la.
9. Formular e expor para sua seção um Plano de Negócios simplificado para um produto ou serviço fictício.

Logo, o aprendizado torna-se um grande jogo, com reconhecimento e meritocracia.

Liderança - Entrega de Distintivo para Escoteiro
Liderança – Entrega de Distintivo para Escoteiro | Foto: Grupo Escoteiro do Ar Canoas 95/RS

Aprendizado de Liderança de Acordo com a Idade

Entrei no Movimento Escoteiro como Lobinho, em 1988. Nesta idade fui para o Ramo Lobinho, onde ficam os jovens dos 6 anos e meio aos 10. Nesta fase tive várias lições de liderança, como:

  • Ouvir sempre os mais velhos;
  • Fazer parte de um coletivo;
  • Que juntos podemos fazer mais coisas;
  • Que aprender, fazer e ser quem eu quero depende só de mim.

Aos 11 anos fui para o Ramo Escoteiro, onde fiquei dos 11 aos 14 anos e meio. Nesta idade aprendi que eu era uma engrenagem importante no meio de um conjunto de até 8 amigos chamado “Patrulha”. Eu não precisava saber tudo, mas ficando de responsável por um assunto, eu poderia somar isto com outros colegas, poderíamos alcançar nossas metas e objetivos. Minhas principais lições aprendidas foram:

  • Trabalho em Equipe;
  • Escolha de Liderança;
  • Multidisciplinaridade;
  • Gamification;
  • Aprendi a ter palavra;
  • Aprendi que devemos fazer juntos.
  • E fui apresentado à Corte de Honra. Uma espécie de câmara de vereadores, onde os líderes escolhidos por suas patrulhas ajudam na administração da tropa.
Liderança - Aprender Fazendo | Foto: Grupo Escoteiro do AR Canoas 95/RS
Liderança – Aprender Fazendo | Foto: Grupo Escoteiro do AR Canoas 95/RS

Vale lembrar que estamos falando de jovens dos 11 aos 14 anos aprendendo na prática a democracia e liderança colaborativa.

Após esta etapa, entrei na fase da adrenalina, dos 15 aos 17 anos fiquei onde chamamos Ramo Sênior. É uma fase onde descobrimos as aventuras, os amores, as decepções, o resultado de nossas escolhas para a vida, tanto nossa quanto de quem nos rodeia. A entrada no mercado de trabalho, e as bombas de hormônios da adolescência.

Porém, acredito que foi o momento de minha vida onde mais fiz amigos, pois aprendi a respeitar as escolhas dos outros. E por ter uma opinião diferente da minha, isso não nos torna inimigos.

“…aprendi a respeitar as escolhas dos outros. E por ter uma opinião diferente da minha, isso não nos torna inimigos.”

Logo, eu não preciso concordar com tudo, posso ter minha opinião e devo ajudar e defender com que todos tenham sua própria opinião.

Disciplina foi o que eu mais aprendi no ramo sênior, levei um tempinho, mas aprendi. Disciplina não é “regra militar”, mas sim obedecer regras e ajudar na elaboração e manutenção delas. Assim como em qualquer empresa ou instituição. Porém, outro grande conhecimento foi o de “Superar seus Próprios Desafios“. Reconhecer minhas potencialidades e meus defeitos, meus limites e consequências, trabalhar para me aperfeiçoar cada vez mais.

Liderança - Superar seus Próprios Desafios
Liderança – Superar seus Próprios Desafios | Foto: Grupo Escoteiro do Ar Canos 95/RS

Agora, chegou a hora da maior transformação que tive. Aos 18 anos fui para o que chamamos de Ramo Pioneiro, onde o jovem fica até completar seus 21 anos.

Eu estava acostumado com grandes aventuras e desafios físicos. Agora, estava em um ambiente onde para as coisas acontecerem, tínhamos que fazer projetos com início, meio e fim. Criávamos grupos temporários de trabalho para determinados objetivos, definíamos  Indicadores de performance para sabermos se estávamos indo na direção certa e avaliações após a conclusão de cada projeto, para sabermos como poderíamos melhorar em projetos futuros.

Liderança - Elaboração de Projetos Comunitários
Liderança – Elaboração de Projetos Comunitários | Foto: Grupo Escoteiro do Ar Canoas 95/RS

Também era incentivada a criação de um plano pessoal de vida, onde colocávamos nossas projeções para os próximos 5 anos, e as ações necessárias para atingir estas metas pessoais. Até hoje utilizo este processo em minhas sessões de coaching.

Mas acho que atualmente, como membro voluntário do Movimento Escoteiro, exercendo um papel de líder na educação de jovens e dos novos voluntários que chegam é que venho aprendendo cada vez mais. Esta deve ser a maior lição, de que sempre devemos aprender mais para nos qualificarmos e proporcionarmos boas experiências para quem nos rodeia.

Carlos Almada - Recebendo a Medalha de Gratidão Grau Ouro da União dos Escoteiros do Brasil
Carlos Almada – Recebendo a Medalha de Gratidão Grau Ouro da União dos Escoteiros do Brasil | Foto: Acervo Pessoal

Ser um escotista me fez aprender a ter tolerância com outros adultos. Que outras ideias são sempre bem vindas e que devemos ajudar no desenvolvimento de outras pessoas de nossa equipe, para o bem do próximo, da instituição e para o nosso mesmo.

E o aprendizado continua, nesta grande e feliz jornada que se chama Escotismo.

Atualmente, sou Escotista no Grupo Escoteiro do Ar Canoas 95/RS e colaborador em ações do Escritório Regional dos Escoteiros do Brasil, Região do Rio Grande do Sul.

🔔 Assine meu canal no youtube para mais dicas como esta: https://goo.gl/cXcyAx

🎧 Assine meu Podcast de Coaching no Spotifyhttps://goo.gl/kCQ5tu

✅ Conheça meu Site: https://www.carlosalmada.coach

✅ Siga meu Instagram: https://www.instagram.com/carlosalmada/

✅ Curta minha Fanpage: https://www.facebook.com/AlmadaCoach

Saiba mais sobre a História do Movimento Escoteiro clicando aqui 

Saiba mais sobre o Movimento Escoteiro em www.escoteiros.org.br

Coaching em Porto Alegre Carlos Almada

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here